Video on top
Augustin Group

Logística de peças sobresselentes: Através de ZetesMedea, a Augustin Group digitalizou os processos entre a receção de mercadorias e a expedição das mesmas para aumentar a produtividade, fiabilidade do inventário e transparência.

Pesquisar peças para veículos mais antigos pode tornar-se rapidamente um processo longo e infrutífero. A maioria dos fabricantes descontinua o fornecimento de eixos, amortecedores, espelhos retrovisores, etc. cerca de 15 anos após o fim da produção de um determinado modelo. Nesta área, a Augustin Group estabeleceu uma posição enquanto fornecedor para clientes da Fiat Chrysler Group. A empresa gerida pelo proprietário com sede em Handewitt próximo da fronteira entre a Alemanha e a Dinamarca pode fornecer cerca de 400.000 peças para veículos de passageiros e utilitários atuais e clássicos.

Rápido crescimento

A empresa cresceu rapidamente como resultado do boom do comércio eletrónico e da expansão da Fiat Chrysler. As vendas aumentaram 30% por ano nos últimos dois anos, levando a logística ao limite da capacidade em 2017. Na altura, a maioria das atividades nesta área era baseada em papel. As notas de entrega eram assinaladas item a item, as peças eram colocadas no inventário sem um scanner e os pickers de encomendas trabalhavam com folhas de pedidos. Ao utilizar este sistema, 6 funcionários na receção de mercadorias tinham de processar 5 a 10 camiões todos os dias, enquanto 12 pickers de encomendas tinham de lidar com 700 a 800 encomendas. Mesmo na altura era evidente que este valor iria aumentar até 1500 encomendas por dia nos próximos anos.

 

Por isso, em 2017, a Augustin decidiu introduzir um Sistema de Execução de Armazém (WES) para trocar dados de encomendas e inventário com o sistema ERP interno e controlar e digitalizar todos os processos entre a receção de mercadorias e a expedição. Após uma detalhada análise do mercado e várias reuniões com potenciais fornecedores, optaram por ZetesMedea, uma solução de execução de logística para melhorar as operações. “A Zetes foi o único fornecedor capaz de abordar os nossos requisitos e processos”, explica o Especialista de TI, Marc Berlau, que ficou impressionado pela cooperação com a Zetes durante a fase de planeamento. “Bastaram algumas reuniões e sentimos que a Zetes nos compreendeu muito bem.”

Curta formação

Augustin

Após apenas 5 meses, ZetesMedea foi implementada na Augustin em abril de 2018. Como parte deste processo, os funcionários de armazém foram munidos com terminais portáteis e impressoras móveis da Zebra. Agora, os ecrãs dos terminais portáteis orientam os utilizadores em cada processo, que pode ser selecionado e iniciado através do ecrã tátil. A navegação de menu de ZetesMedea é muito intuitiva, por isso, mesmo os novos funcionários podem aprender a utilizar e a implementar no armazém com uma formação muito limitada.

Na receção de mercadorias, um código de barras na nota de entrega ou na palete é digitalizado para que ZetesMedea possa enviar os dados de entrada para o sistema de merchandising. O código de barras é associado a uma encomenda existente e devolvido a ZetesMedea.

Corresponder as localizações e os itens de armazém

Com um grande número de itens idênticos, apenas os pacotes exteriores são rotulados e, depois, transportados para uma das localizações de armazém propostas pela ZetesMedea. “Todos os processos na receção de mercadorias podem ser mapeados na ZetesMedea, resultando num aumento de 300% na produtividade”, diz Weger.

Todos os processos na receção podem ser mapeados na ZetesMedea, resultando num aumento de 300% na produtividade. Daniel Weger, Aquisições, Augustin

ZetesMedea também suporta a transferência de itens desde a receção de mercadorias à localização. Após o código de barras do item ser digitalizado, o programa propõe uma localização de armazém, que o funcionário aceita e confirma digitalizando o código de barras na localização de prateleira. “Se necessário, a mercadoria também pode ser levada para outra localização desocupada, que também tem de ser digitalizada”, explica Berlau. Ao corresponder as localizações de armazém com itens, os utilizadores sabem quais e quantos itens estão presentes em qual localização.

SOS para assistência

Existe uma distinção no próximo passo entre processar uma só encomenda ou processar vários encomendas em paralelo (multi-ordem de picking). Quanto mais se aproxima da hora de partida, mais os pickers de encomendas são orientados para processar uma só encomenda para garantir que estará pronta a tempo. “Também aqui, ZetesMedea oferece flexibilidade máxima com as opções de seleção”, salienta Berlau. É fornecida mais flexibilidade através do botão SOS, os pickers, podem premir este botão diretamente no terminal portátil para pedirem ajuda aos colegas quando um prazo está em risco.

Augustin_Einlagern

Apesar de o botão SOS raramente ser utilizado, ajuda a garantir qualidade de entrega. Graças a ZetesMedea, o cumprimento está a um nível elevado. “Com o procedimento claramente estruturado e perfeitamente documentado, a taxa de erros na ordem de picking é praticamente zero”, salienta Weger. Isto torna possível dispensar uma verificação na estação de embalagem. Antigamente, as listas de recolha e embalagem tinham de ser novamente confirmadas pelo funcionário. “Eliminar a verificação na estação de embalagem proporciona enormes poupanças de tempo”, resume Berlau.

Inventário integrado

Alterar o procedimento de verificação do inventário rendeu mais poupanças e melhorias de qualidade. “Antigamente, a contagem de ponta a ponta mantinha 50 funcionários ocupados por um dia inteiro e, por vezes, havia contagens erradas durante o registo dos cerca de 40.000 itens, resultando em erros de inventário”, diz Berlau. Com ZetesMedea, foram capazes de mudar para contagem de ciclo permanente.

Conclusão: Através de ZetesMedea, a Augustin digitalizou os processos entre a receção de mercadorias e a expedição das mesmas, tornando-os significativamente mais produtivos, transparentes e fiáveis.

 

 

Saiba mais sobre a nossa solução de execução de logística

Ler mais